Vietnã

Vietnã

Com 331.210 quilômetros quadrados, o Vietnã fica no sudoeste asiático e faz fronteira com a China, o Laos e o Camboja. A cada dia que passa, a identificação com a guerra perde espaço para um país repleto de belezas naturais, habitado por um povo gentil e hospitaleiro, que invade as cidades com suas bicicletas e que adora o Phò, uma espécie de sopa feita com macarrão de arroz. Aliás, o Vietnã é o segundo maior exportador de arroz do mundo. Seus campos são irrigados pelo delta do Rio Mekong, que também abriga exóticos mercados flutuantes.
As cidades mais importantes do país são: Ho chi Minh, Danong e Hanói, antiga Saigon, e hoje capital do Vietnã. Há 160 km dali está uma das mais belas baias do mundo, Patrimônio Mundial da Unesco desde 1993.

Halong Bay, que literalmente significa “baía onde desceu o dragão”, é Patrimônio Mundial da Unesco e situa-se na província de Quàng Ninh. É formada por mais de três mil pequenas ilhas de calcário, repletas de praias, grutas e cavernas e cercadas pelo verde esmeralda do Mar do Sul da China.

Ho Chi Minh guarda as lembranças da guerra e próximo dali pode se conhecer o famoso complexo de túneis de Cu Chi, utilizados para surpreender os americanos durante os combates. Ainda na parte sul do país, existe o Delta do grande Rio Mekong, que se ramifica após mais de 4.000 km desde sua nascente, fertilizando a terra vietnamita e trazendo vida aos campos de arroz e ao comércio dos mercados flutuantes. Na parte central do país, as cidades de Hoi An, com suas ruas repletas de luminárias coloridas e Da Nang e Hue, a antiga cidade Imperial e capital do país de 1802 a 1945.



Melhor época - Outubro a Abril


Catedral de Notre Dame

Um dos cartões postais da cidade de Ho Chi Minh, a catedral foi fundada por colonos franceses, construída entre 1863 e 1880, no centro da cidade. Possui duas torres com 58m de altura.



Cham Museum

Fundado em 1915, o museu possui o maior e mais extraordinário acervo de esculturas champa do mundo, trabalhadas em arenito entre os séculos X a XV. São mais de 300 peças em exposição, incluindo altares, trabalhos decorativos de templos budistas e imagens de deuses hindus de Ganesha, Shiva, Brahma e Vishnu.



Chuc thanh Pagoda

Construída em 1454 é a mais antiga pagoda de Hoi An e mistura arquitetura tradicional vietnamita e chinesa.



Da Nang

Uma das cidades mais antigas do país, Da Nang foi uma das principais cidades durante a Dinastia Cham. Os Champas governaram o Vietnã entre os séculos VII e XV. Atualmente é a potência econômica da região central do Vietnã, ganhando o apelido de "Saigon do norte". Combina a agitação de uma cidade grande com belas praias e bons restaurantes. Sua localização marca o limite entre as zonas tropical e subtropical.



Delta do Rio Mekong

Maior rio do sudeste asiático, com comprimento de aproximadamente 4.350 km, o Mekong nasce no planalto do Tibet, baixando pela província de Yunan e cruzando Myanmar, Tailândia, Laos e Cambodja até se ramificar, formando um grande delta de aproximadamente 40 mil km² e 3.200 km de canais navegáveis que morrem no mar ao extremo sudoeste do Vietnã. Aqui o delta transforma a paisagem deixando os campos verdejantes e a terra extremamente fértil. Ao longo da região os camponeses cultivam arroz, cana, frutas variadas, coco e camarão. As vilas ribeirinhas vivem do sustento proveniente do rio e seus habitantes são muito amigáveis e sempre simpáticos ao receber os visitantes.



Halong Bay

Declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 1993, a Baía de Halong é surpreendentemente bela, inspiradora e misteriosa. Nela existem cerca de 3.000 ilhas de calcário que se elevam das águas cor de jade - apesar de os moradores locais assegurarem que são apenas 1.969, ano da morte de Ho Chi Minh. Esta paisagem extraordinária ainda abriga um infinito numero de praias, grutas e cavernas. De acordo com a lenda que explicaria o significado de seu nome (Halong em português significa "Dragão que desce para o mar"), quando um grande dragão que vivia nas montanhas correu até o mar, a sua cauda cavou vales que mais tarde foram enchidos com água, deixando apenas pedaços de terra à superfície.



Hanoi

Capital e segunda maior cidade do país, localizada na planície do delta do rio Vermelho e construída ao redor do lago Hoam Kiem, Hanoi mescla a elegante arquitetura colonial francesa com modernos arranha céus. As ruas são estreitas, o barulho é constante e incontáveis motos transitam sem regras dividindo as ruas da cidade com todos os outros tipos de veículos e pedestres.



Ho Chi Minh

Antiga Saigon (até o ano de 1975), Ho Chi Minh é a maior cidade do Vietnã, com população atual estimada em 5 milhões, e é também o maior centro industrial e comercial do país. Foi ocupada pela França em 1859 e foi capital da Cochinchina e, mais tarde, de toda a Indochina Francesa, até 1902. Em 1954 tornou-se capital do Vietnã do Sul, e serviu de quartel das tropas americanas durante a guerra do Vietnã, que durou até 1975 quando as tropas do Vietnã do Norte entraram na cidade, marcando o fim da guerra. As ruas da cidade ainda guardam marcas e histórias de uma guerra recente e enchem a cidade de contrastes: elegantes hotéis internacionais, restaurantes e bares ao lado de ambulantes comercializando noodles e outros alimentos, crianças brincando na rua e muitas bicicletas transportando turistas e moradores locais, além do Mercado de Bem Thanh, aonde se vende de tudo, desde peixes vivos expostos em baldes com água até os típicos chapéus artesanais.



Hoi An

Tombada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1999, a pequena cidade de Hoi An foi um dos principais centros comerciais do sudeste asiático no século XVI. Atualmente a cidade possui muitos templos e pagodas (casa de oração construída em forma de pirâmide), além de casas centenárias que sobreviveram à guerra, construções com arquitetura chinesa e ruas enfeitadas por muitas luminárias coloridas, que enchem a cidade de charme e que podem ser encontradas nas lojas de souvenires. Hoi An também é famosa pelas alfaiatarias que fazem roupas sob medida para moradores e turistas. Sinta-se livre para desenhar sua peça, levar uma foto de um vestido de revista ou usar um dos inúmeros catálogos disponíveis nas lojas.



Hue

Situada as margens do famoso rio Perfume, Hue foi a capital do país durante a dinastia Nguyen de 1802 a 1945. Durante este período, ao longo do século XIX, foi construída a cidadela imperial, uma fortaleza murada, idealizada como uma cópia em menor escala da Cidade Proibida dos imperadores chineses em Pequim. Em 1993 o complexo de monumentos de Hue foi classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade e os edifícios que ainda restavam foram restaurados e preservados, mas infelizmente grande parte da cidade foi destruída na Guerra do Vietnã.



Marble Mountain

Aglomerado de cinco montanhas calcárias, que, acredita-se, representam os 5 elementos do universo: Kim (metal), Thuy (água), Hoa (fogo), Moc (madeira) e Tho (terra). Existem algumas cavernas e alguns santuários budistas nas montanhas.



Mausoléu Ho Chi Minh

Inaugurado em 1975 após 2 anos de construção, o mausoléu possui 21 metros de altura, 41 metros de largura e sua estrutura foi erguida com materiais nativos de diferentes regiões do país. Apesar de ter declarado que seu desejo após a morte era ser cremado e ter suas cinzas espalhadas pelas montanhas do país, Ho Chi Minh (1890 - 1969) teve seu corpo embalsamado e se encontra hoje no mausoléu, nem sempre aberto para visitação na parte interior. Revolucionário e estadista, Nguyen Sinh Cung - seu nome verdadeiro, foi o líder responsável pela independência do Vietnã e ficou mundialmente conhecido como Ho Chi Minh, que significa "aquele que ilumina". O mausoléu está localizado no centro da praça Ba Dihn, local aonde Ho Chi Minh declarou a independência em 02 de setembro de 1945, estabelecendo a República Democrática do Vietnã.



Museu das Relíquias da Guerra

Construído em 1975, o museu contém inúmeros artefatos, fotografias e imagens documentando as atrocidades da guerra, além da exposição de aviões, tanques e helicópteros usados no período.



Museu de Etnologia

é um centro para exibição e preservação do patrimônio cultural dos 54 grupos étnicos do Vietnã. Apresenta uma coleção de artefatos, fotos, áudio e vídeo, onde os visitantes podem aprender mais sobre esses grupos étnicos, a diversidade cultural, o diferencial de cada grupo e região, bem como os valores tradicionais que percorrem o país. É também um local de pesquisa etnográfica.



My Tho

Capital da província de Tien Giang, a tranqüila My Tho é a principal porta de entrada para o Delta do Mekong, principalmente devido a sua proximidade com a cidade de Ho Chi Minh. Fundada em 1680 por refugiados chineses que fugiam de Taiwan por motivos políticos, a cidade tem sua economia atual baseada na pesca, no turismo e no cultivo de arroz, coco, banana, manga e algumas frutas cítricas.



One Pillar Pagoda

Construída pelo imperador Ly Thai Tong, esta Pagoda foi projetada para representar uma flor de Lótus, símbolo da pureza, emergindo da água. A lenda de sua construção diz que o rei, que não tinha descendentes, sonhou com Buda, que sentado em uma flor de Lótus lhe entregava uma criança, um menino. O rei então se casou com uma camponesa que lhe deu este filho na vida real, fazendo com o rei decidisse construir a pagoda em homenagem a Buda.



Palácio da Reunificação

Construído em 1966 para servir de sede ao governo do Vietnã do Sul. Sua construção suntuosa conta com instalações que serviriam de fuga ao presidente em caso de bombardeio do prédio. Ainda hoje guarda mapas, telefones e máquinas de datilografas para envio de mensagens secretas usadas na época.



Ponte Japonesa

Uma das principais atrações de Hoi An, foi construída por comerciantes japoneses em 1593, sobre um afluente do Rio Thu Bom, com o objetivo de ligar a parte oeste ao então bairro chinês da cidade, a leste.



Puppet Show das Águas

Arte única e tradicional vietnamita onde narram-se estórias simples do cotidiano da população através de marionetes sobre água, que são manejadas com destreza por homens e mulheres ocultos atrás do cenário. Os artistas ficam com água até a cintura para manipular marionetes, fazendo-os se mover, falar, rir e até dançar sobre a superfície da água. Esta arte teve origem a mais de mil anos atrás nos campos rurais do Vietnã, nas épocas de monções. Com a chuva inundando os campos de arroz, os aldeões criaram um meio de distrair-se mutuamente utilizando os bonecos.



Tan Ky

Exemplo típico de uma antiga residência comercial de Hoi An. Construída cerca de 200 anos atrás, pertencia a um comerciante vietnamita que ali viveu e trabalhou, e até hoje, se mantém preservada e privada, sendo propriedade ainda da mesma família várias gerações depois.



Templo da Literatura

Construído em 1070, foi a primeira universidade do país e funcionou como tal durante 700 anos. Em 1482, o Imperador Le Thanh Tong mandou erguer monumentos em homenagem a todos os graduados na universidade a partir de 1442. Atualmente, ainda se vêem 82 destes monumentos.



Thien Mu Pagoda

Localizada nas margens do rio Perfume, Thien Mu é o símbolo oficial de Hue e uma das mais antigas estruturas religiosas da cidade. Sua construção possui 7 andares e é a mais alta pagoda do Vietnã.



Tumbas de Minh Mang

Minh Mang foi o segundo imperador da dinastia Nguyen. Era o filho mais novo de Gia Long, fundador da dinastia e permaneceu no poder entre 1820 a 1840. Sua tumba, construída entre 1841 e 1843 é a mais majestosa das tumbas de Hue, com harmonia perfeita entre a arquitetura e a paisagem natural.



Tumbas de Tu Duc

Tu Duc foi o imperador da dinastia Nguyen que permaneceu mais tempo no poder do país, de 1848 a 1883. Ele próprio que desenhou a sua tumba, para que ainda em vida pudesse usá-la como seu palácio de verão e lugar de retiro espiritual. É considerada a tumba mais bela de Hue e seu grande complexo arquitetônico abrange lagos e paisagens naturais.



Túneis de Cu Chi

Complexo de túneis subterrâneos usados como esconderijo pelos vietcongues durante a Guerra do Vietnã. Cu Chi fazia parte de uma imensa rede de túneis que atingiam profundidades de até 20 metros e chegavam a aproximadamente 200 km de extensão, abrigando milhares de pessoas com uma estrutura primitiva porém eficaz, enquanto tropas e helicópteros americanos ocupavam os céus e as florestas do país. O papel dos túneis foi de fundamental importância para que os vietcongues resistissem às operações americanas.



Envie uma Mensagem


Venturas Viagens

Venturas Viagens e Turismo

Rua Minerva, 268 - Perdizes
São Paulo - SP - CEP 05007-031
Fone: 11 3879-9494
E-mail: atendimento@venturas.com.br

Mídias Sociais

Nossos Parceiros